É necessário a instalação do Flash Player para conseguir visualizar correctamente esta página. Clique aqui para mais informação.
Eixo

1.7) Prémio aos Produtores de Leite - 2018

Retroceder Retroceder

4.1.7. Prémio aos Produtores de leite - 2018


  1. Objetivos

    Garantir um rendimento mínimo aos produtores de leite dos Açores e assegurar a continuidade da atividade na Região Autónoma dos Açores (RAA).


Beneficiários
Produtores de leite, cuja exploração se situe na RAA.


  1. Condições de elegibilidade
    O Prémio aos Produtores de Leite é concedido por ano civil, por exploração e por tonelada de leite objeto de entregas e vendas diretas.
    Aos candidatos ao Prémio aos Produtores de Leite em 2016 foi atribuída uma produção máxima elegível (PME), correspondente a 95% das entregas e vendas diretas efetuadas em 2015.
    Anualmente a quantidade de leite elegível ao prémio corresponderá às entregas e vendas diretas efetuadas no ano n-1, até ao limite da PME detida pelo produtor.
    Os produtores podem transferir a sua PME por acordo mútuo entre as partes, até à data limite para apresentação dos pedidos de ajuda ao prémio aos produtores de leite.
    Os transformadores de leite cru da Região Autónoma dos Açores têm que comunicar às autoridades competentes as quantidades de leite entregues por produtor.

  2. Montante unitário da Ajuda
    O montante do prémio é calculado multiplicando a quantidade de leite objeto de entregas e vendas diretas, expressa em toneladas, por 35 EUR.
    A este valor será acrescido um suplemento de 6,23 EUR/Ton de leite não sujeito a PME, até a um limite máximo de produção regional de 609.755.017 kg (equivalente a 591.995.162 litros).

Montante previsto para a ação
O prémio a ser pago em cada ano civil será limitado por um máximo orçamental previsto de 20.785.147 EUR.
O suplemento ao prémio será pago até um limite orçamental de 3.798.773,76 EUR e fica sujeito à existência de disponibilidade financeira da RAA em cada exercício financeiro.
Se o número total de pedidos para o prémio exceder os montantes disponíveis, tal facto dará origem a reduções proporcionais aplicáveis a todos os requerentes. Ficam excluídos dos rateios iniciais os primeiros 500.000 kg de leite entregues por beneficiário. Caso os valores apurados nestas condições ultrapassem os limites máximos orçamentais definidos, será feito um segundo rateio entre os mesmos.
Caso os montantes disponíveis não venham a ser atingidos, os valores remanescentes serão redistribuídos proporcionalmente por jovens agricultores e outros agricultores com projetos de investimento aprovados no sector do leite.


  1. Controlo
    O controlo será administrativo e no local.
    O controlo administrativo será exaustivo e incluirá cruzamentos de informações, nomeadamente com a base de dados de entregas de leite comunicadas pelos transformadores de leite cru.
    Com base numa análise de riscos, as autoridades competentes efetuarão ações de controlo no local, por amostragem, em relação a, pelo menos, 5% dos pedidos de ajuda. A amostra deve representar também, no mínimo, 5% das quantidades objeto de ajuda

.

Portal do Beneficiário Calendário Indicativo de Pagamentos Açores Informação sobre Pagamentos
Condicionalidade Região Autónoma dos Açores
Proteção Integrada

PAC pós 2013
União Europeia Governo dos Açores
® Copyright Via Oceânica 2008 , Todos os direitos reservados.